6ª Meditação “Servir em sacrifício vivo”

“Sabendo isto, que o nosso homem velho foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado”. Romanos 6:6

Aquele que deseja servir ao Senhor e apresentar seu corpo em sacrifício vivo, santo e agradável, para glorificar seu Nome e expandir seu Reino, deve acima de tudo entender o custo desse servir.
Temos a tendência por valorizar nosso esforço, medir a nossa dedicação pelo que fazemos, enaltecendo o sacrifício feito por nós em prol do serviço prestado.
Porem a Bíblia diz que o maior preço, o mais profundo dos sacrifícios foi feito pelo Senhor da obra, Jesus Cristo.
Se hoje podemos fazer algo pelo Reino de Deus, isso é possível pelo facto de Jesus ter levado sobre Ele na cruz do calvário todos os nossos pecados e crucificando consigo a nossa velha natureza pecaminosa e egoísta.
É importante pensar que todas as vezes em que procuramos enaltecer a nós mesmos, fazendo notório o nosso sacrifício, chamando para nós a honra e o orgulho pelo que fazemos, estamos dando lugar a velha natureza pecadora, onde a exaltação ego é fundamental para sentir-se realizado.
Servir ao Senhor e a sua Igreja, é buscar fazer a vontade do Senhor e prestar-lhe honra e gloria através do que fazemos. O sentimento de Cristo deve ocupar o nosso coração e mente, Cristo deve aparecer e não nós mesmos.

“É necessário que ele cresça e que eu diminua”. João 3: 30


About this entry