9ª Meditação “Servir no fervor do Espírito”

“Não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor; ” Romanos 12:11

O servir ao Senhor exige de nós urgência em prestar um serviço cuidadoso e cheio de fervor, isto é, com vida e calor que são frutos do amor com o qual servimos.
É impossível pensar em Deus sem ter uma visão de que Ele é vivo e actuante em nós e no mundo.
O que seria de nossa fé se o Deus em quem depositamos a fé fosse um Deus que tivesse morrido na Cruz, mas não tivesse ressuscitado?
Que tipo de Salvador poderia ser Jesus se Ele permanecesse pregado na Cruz?
Pois bem, muitas vezes servimos ao Nosso Senhor de forma pacata, sem vida, sem fervor, como se Ele ainda estivesse morto.
A Igreja de Cristo que faz diferença no mundo é aquela que se apresenta diante do mundo como uma Igreja Viva, onde o agir de Deus em seu meio é um agir de Vida e Acção Transformadora.
Somente quando Deus tem a liberdade e autoridade sobre nosso ser e viver, é que nos tornamos fervorosos no crer e no fazer a obra em nome de Jesus.
Servir a Deus não é fruto de uma cargo que temos na Igreja, mas sim, fruto de um estilo de vida consagrado e com o propósito de ser obediente ao Senhor Jesus e à Sua Palavra.

“E chegou a Éfeso um certo judeu chamado Apolo, natural de Alexandria, homem eloquente e poderoso nas Escrituras. Este era instruído no caminho do Senhor e, fervoroso de espírito, falava e ensinava diligentemente as coisas do Senhor, conhecendo somente o baptismo de João”. Actos 18:24,25


About this entry