A exortação que abençoa !

A exortação que é ministrada como fruto de cuidado e amor, onde o exortar está baseado no propósito de preservar e fortalecer a quem é precioso e amado por Deus, ela é recebida de forma agradável e suavemente toca o coração daquele que é alvo dessa demonstração de amor.

Assim como Deus exorta aquele que ama, nós também devemos estar abertos a sermos exortados, pois somos alvos do amor de Deus, somos instrumentos de exortação e amor.

A exortação que é dada com esse  propósito, não causa ira nem dor, ela gera paz e gratidão, e dentro desse espírito, somos edificados e sentimos a gratidão pela exortação recebida.

A exortação, é mais que uma admoestação, é uma advertência, um conselho ministrado com amor, como de um pai para com seu filho.

Após a exortação do pai, em sequência ao crescimento e a maturidade, é comum o filho sentir-se grato e valorizar as exortações recebidas, pois lhe foi possível assim desfrutar do amor e da paz que é fruto de um relacionamento sincero e transformador.

O exortar tem como principio básico animar a quem é exortado, animar por meio de palavras cheias de amor e paz, fruto da dedicação ao servir  por parte de quem exorta.

A exortação é uma forma divina de ministrarmos o consolo.

Quando somos ministrados dessa forma, nos sentimos como se o próprio Deus nos exortasse.

“De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós exortasse. Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus”. 2ª Coríntios 5:20

Assim era a forma do apostolo Paulo agir junto aos crentes

“Assim como bem sabeis de que modo vos exortávamos e consolávamos, a cada um de vós, como o pai a seus filhos; Para que vos conduzísseis dignamente para com Deus, que vos chama para o seu reino e glória”. 1ª Tessalonicenses 2:11,12

Sendo assim, posso dizer que é um gozo e uma verdadeira bênção o ser exortado de forma bíblica, onde Deus usa aqueles que nos amam para nos exortar e nos abençoar

Sou grato a quem me tem exortado dessa forma.

Toda a boa exortação, nos leva a continuar a batalhando diligentemente pela fé em Jesus Cristo.

Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados. Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos”. Judas (versos 2,3)

Agradecido.


About this entry